quarta-feira, 23 de julho de 2008


Enquanto prepara o seu acervo, a Biblioteca Nacional de Brasília (BNB), sob a direção do poeta e professor da Universidade de Brasília Antonio Miranda, trabalha paralelamente na organização da I Bienal Internacional de Poesia de Brasília (I BIP), um projeto arrojado, que visa a tornar o DF um solo fértil à produção de qualidade e celebração da poesia. A preparação do evento contou com o apoio de parceiros variados, em discussões sistemáticas promovidas na BNB, desde setembro de 2007. Desde então, mais de uma centena de poetas brasileiros e estrangeiros foram convidados a participar da I Bienal Internacional de Poesia de Brasília (I BIP), que será realizada de 3 a 7 de setembro, em diversos espaços culturais da cidade. O evento reunirá as novas tendências da poesia contemporânea brasileira e internacional escrita, falada, cantada, visual, performática e digital. A Bienal nasce em ano pródigo, quando Brasília conquista o título de Capital Americana da Cultura. Mais: tem a sorte de somar-se em parceria à 27ª Feira do Livro de Brasília e ao Cena Contemporânea – Festival Internacional de Teatro de Brasília, uma vez que coincidem no período de realização e somam-se na agenda interartística de cada um. Embora tenha a poesia por linha mestra, o programa da I BIP é interativamente pertinente com cinema, performances, música, artes plásticas, oficinas educativas e espetáculos teatrais.

Programação:

Sessões Magnas - Dedicadas aos poetas estrangeiros e brasileiros convidados, consistem em leituras de poemas pelos autores, na língua original, com tradução projetada em telão. Serão realizadas no auditório do Museu Nacional, Praça do Conjunto Cultural da República, de 3 a 6 de setembro, às 19 hs, sob a condução do coordenador-geral da Bienal, Antonio Miranda.
Simpósio de Crítica de Poesia – Coordenado pela professora da UnB e poeta Sylvia Helena Cyntrão, será realizado de 3 a 5 de setembro, no Anfiteatro 9 da UnB, com certificado. É voltado ao público em geral, mas especialmente a professores e alunos de literatura, escritores e jornalistas, e vai abordar a poesia em diálogo com o cinema, a canção, as artes visuais, o ensino, o gênero, a imprensa, a memória, mídias contemporâneas, o teatro, tipologia do discurso e tradução. Participam especialistas das cinco regiões do País nos debates dessas 11 Mesas Temáticas. Inscrições abertas em
www.bienaldepoesia.unb.br.
Oficinas – Gratuitas e abertas a inscrições via
www.bienaldepoesia.unb.br, serão realizadas na BNB: Desinventando a Poesia, com Fabrício Carpinejar; Haicai, com Alice Ruiz; Fanzine, com Manuela Castelo Branco; A Arte de Ler Poesia, com Adeilton Lima; Livro Artesanal Dulcinéia Catadora, com Lúcia Rosa; Rompendo Paradigmas, com Anand Rao; Viva a Poesia em Braille, com Dinora Cançado; Letras do Barro, com Evelyn Kligerman; Criatividade em Superdotação, com Olzeni e Josué Mendes; Criação de Rap, com Wander Filho.
Palestras – Serão realizadas no auditório e no Café Literário da Feira do Livro de Brasília e destacam-se: A Inutilidade da Poesia, do poeta e crítico literário Affonso R. de Sant’Anna, e Poesia Erótico-Fescenina, do cineasta e poeta Sylvio Back.
Poemação - Consiste em sessões de recital de poesia e de canção e projeções de vídeos poéticos em seqüência de apresentações, com programação pré-definida para poetas da cidade, nacionais e estrangeiros, mas abrindo também espaço a apresentações espontâneas de outros interessados em participar. Será realizado no Café do Conjunto Cultural da República e no Café Literário da Feira do Livro de Brasília, mas também no circuito noturno da cidade, em espaços como: Café Martinica; Bistrô Bom Demais (CCBB); Rayuela Bistrô e Livraria; Café com Letras, assim como no SESC Taguatinga e na Casa do Cantador (Ceilândia), entre outros.
Lançamentos de livros de poesia – Serão realizados coletivamente na Feira do Livro de Brasília e na Praça do Conjunto Cultural da República, abertos à participação dos poetas interessados, assim como individualmente, nas sessões de Poemação, onde os poetas inscritos estiverem programados para participar.
Antologias – Estão em preparo para lançamento na I BIP três volumes: Antologia Oficial da I BIP (dedicada aos poetas estrangeiros e nacionais participantes do evento); Deste Planalto Central (antologia de poetas de Brasília); e Antologia Tributo ao Poeta (reunindo textos dos poetas homenageados com recitais pela BNB em 2007-08).
Exposições – No Museu Nacional, sob curadoria do diretor Wagner Barja, será realizada a Exposição de Poesia Visual Obranome2, reunindo nomes importantes de artistas do ramo e tendo como poeta visual homenageado Wlademir Dias-Pino. Outras dez mostras estarão expostas em todo o 2º andar da BNB, entre elas a de Revistas Literárias (curadoria de Paco Cac), A Lisa Escolha do Carinho, de W. Dias-Pino e A arte de Reynaldo Jardim, além da Carcaça, que o poeta Nicolas Behr vai expor no térreo da Biblioteca.
Mostra de Cinema-Poesia – No Cine Brasília, de 4 a 7, às 16h30 e 20h, serão exibidos os longas Cruz e Sousa, o Poeta do Desterro (de Sylvio Back) e Castro Alves, Retrato Falado do Poeta (Silvio Tendler); o média-metragem brasiliense Viva Cassiano! (B. Bernardes); e os curtas A Babel da Luz (Sylvio Back); O Poeta (Paulo Munhoz); Assaltaram a Gramática (Ana M. Magalhães e Ivan Freitas); Cora Coralina, O Chamado das Pedras (W. Pina e Adriana de Andrade); e Cora Doce Coralina (Vicente Fonseca e Armando Lacerda). A programação visa a atingir em especial o público estudantil médio e superior.
Shows – Um show poético-musical de Arnaldo Antunes vai abrir o evento na noite de 3 de setembro, em palco montado na Praça do Conjunto Cultural da República. Antes será apresentado, no auditório do Museu, Nacional, o recital Em Cena Com Affonso Romano de Sant’Anna homenageado do Simpósio de Crítica de Poesia pelo Grupo Vivoverso, coordenado por Sylvia Cyntrão. Estão previstos os shows Poesia é Risco no Lago da Palavra, de Cid Campos e O Grande Barco, do poeta brasiliense Sids Oliveira; a performance do hip-hopper paulista Maickuclear e o recital poético-musical de Claufe Rodrigues (ex-integrante do triocarioca Os Camaleões).
Espetáculos teatrais – Integram a programação da I BIP o monólogo Abraham Cesar, do ator peruano Fernando Fernández, baseado na poesia de Cesar Vallejo, e as peças Sobre Anjos e Grilos e El Año de Ricardo -- da programação do Festival Cena Contemporânea, evento parceiro da I BIP.
Concurso de Poesia em Superdotação – Promovido pela Secretaria de Educação do GDF, é dirigido a estudantes de altas habilidades e irá premiar um aluno da rede pública de ensino de cada UF, ligados aos Núcleos de Atendimento a Alunos de Altas Habilidades/Superdotação (Naahs). Patrocinados pelo MEC, os garotos virão a Brasília para o lançamento da antologia que, patrocinada pela Embaixada da Espanha, reunirá os poemas premiados em versão português-espanhol.

Visite o site:
http://www.bienaldepoesia.unb.br/

Postar um comentário